terça-feira, 6 de fevereiro de 2007

Dia Internacional da Internet


Hoje é o Dia Internacional da Internet. Em simultâneo está a circular pelos mails este texto que considero digno de reprodução.

Para aqueles que têm filhos fica aqui o alerta.


Após deixar os livros no sofá ela decidiu lanchar e entrar online. Assim, ligou-se com o seu nome de código (nick): Docinho14. Procurou na sua lista de amigos e viu que Meteoro123 estava ligado. Enviou-lhe uma mensagem instantânea:

Doçinho14: Oix. Que sorte estares aí! Pensei que alguém me seguia na rua hoje. Foi mesmo esquisito!

Meteoro123: Lol. Vês muita TV. Por que razão alguém te seguiria? Não moras num local seguro da cidade?

Docinho14; Com certeza. Lol. Acho que imaginei isso porque não vi ninguém quando me virei.

Meteoro123: A menos que tenhas dado o teu nome online. Não fizeste isso, pois não?

Docinho14: Claro que não. Não sou idiota, já sabes.

Meteoro123: Jogaste vólei depois das aulas, hoje?

Docinho14: Sim e ganhamos!

Meteoro123: Óptimo! Contra quem?

Docinho14: Contra as Vespas do Colégio da Sagrada Família. LOL. Os uniformes Delas são um nojo! Pareciam abelhas. LOL

Meteoro123: Como se chama a tua equipa?

Docinho14: Somos os Gatos de Botas. Temos garras de tigres nos uniformes. São impecáveis.
Meteoro123: Jogas ao ataque?

Docinho14: Não, jogo à defesa. Olha: tenho que ir. Tenho que fazer os TPC antes que cheguem os meus pais. Xau!

Meteoro123: Falamos mais tarde. Xau.

Entretanto, Meteoro123 foi à lista de contactos e começou a pesquisar sobre o perfil dela.
Quando apareceu, copiou-o e imprimiu-o. Pegou na caneta e anotou o que sabia de Docinho até agora:

Seu nome: Susana

aniversário: Janeiro 3, 1993.

Idade.: 13.

Cidade onde vive: Porto.

Passatempos: vólei , inglês, natação e passear pelas lojas.

Além desta informação sabia que vivia no centro da cidade porque lho tinha contado recentemente.
Sabia que estava sózinha até às 6.30 todas as tardes até que os pais voltassem do trabalho.
Sabia que jogava vólei às quintas-feiras de tarde com a equipa do colégio, os Gatos de Botas.

O seu número favorito, o 4, estava estampado na sua camisola.
Sabia que estava no oitavo ano no colégio da Imaculada Conceição. Ela tinha contado tudo em conversas online.

Agora tinha informação suficiente para encontrá-la.

Susana não contou aos pais sobre o incidente ao voltar do parque.
Não queria que ralhassem com ela e a impedissem de voltar dos jogos de vólei a pé.

Os pais sempre exageram e os seus eram os piores. Ela teria gostado não ser filha única.
Talvez se tivesse irmãos, os seus pais não tivessem sido tão superprotectores.
Na quinta-feira, Susana já se tinha esquecido que alguém a seguira.

O seu jogo decorria quando, de repente, sentiu que alguém a observava.

Então lembrou-se!

Olhou e viu um homem que a observava de perto.

Estava inclinado contra a cerca na arquibancada e sorriu quando o viu.

Não parecia alguém de quem temer e rapidamente desapareceu o medo que sentira.

Depois do jogo, ele sentou-se num dos bancos enquanto ela falava com o treinador.

Ela apercebeu-se do seu sorriso mais uma vez quando passou ao lado.

Ele acenou com a cabeça e ela devolveu-lhe o sorriso. Ele confirmou o seu nome nas costas da camisola. Sabia que a tinha encontrado.

Silenciosamente, caminhou a uma certa distância atrás dela. Eram só uns quarteirões até casa dela.

Quando viu onde morava voltou ao parque e entrou no carro. Agora tinha que esperar. Decidiu comer algo até que chegou a hora de ir à casa da menina. Foi a um café e sentou-se.

Mais tarde, essa noite, Susana ouviu vozes na sala.

- "Susana, vem cá!", chamou o seu pai. Parecia perturbado e ela não imaginava porquê. Entrou na sala e viu o homem do parque nosofá.
- "Senta-te aí",disse-lhe o pai, "este senhor nos acaba de contar uma história muito interessante sobre ti".

Susana sentou-se. Como poderia ele contar-lhes qualquer coisa? Nunca o tinha visto senão nesse mesmo dia!

- "Sabes quem sou eu?" perguntou o homem.

- "Não", respondeu Susana.

- "Sou polícia e teu amigo do Messenger - Meteoro123".

Susana ficou pasmada. "É impossível! Meteoro123 é um rapaz da minha idade! Tem 14 e mora em Braga!".

O homem sorriu.
- “Sei que te disse tudo isso, mas não era verdade. Repara, Susana, há gente na Internet que se faz passar por miudos; eu era um deles. Mas enquanto alguns o fazem para molestar crianças e jovens, Eu sou de um grupo de pais que o faz para proteger as crianças dos malfeitores. Vim para te ensinar que é muito perigoso falar online. Contaste-me o suficiente sobre ti para eu te achar facilmente. Deste-me o nome da tua escola, da tua equipa e a posição em que jogas. O número e o teu nome na camisola fizeram com que te encontrasse facilmente.

Susana gelou. "Quer dizer que não mora em Braga?".

Ele riu-se:- "Não, moro no Porto. Sentiste-te segura achando que morava longe, não é?"

- "Tenho um amigo cuja filha não teve tanta sorte: foi assassinada enquanto estava sozinha em casa. Ensinam-se as crianças e jovens a não dizer a ninguém quando estão sozinhos, porém contam isso a toda a gente pela internet. As pessoas maldosas enganam e fazem-se passar por outras para tirar informação de aqui e de lá online. Antes de dares por isso, já lhes contaste o suficiente para que te possam achar sem que te apercebas. Espero que tenhas aprendido uma lição disto e que não o faças de novo. Conta aos outros sobre isto para que também possam estar seguros".

- "Prometo que vou contar!".


Eu contei-vos!

26 comentários:

  1. Verdadeiro, mas tétrico que se farta! Ouve, tou tramado contigo; como é que eu vou arranjar o teu pedido; antes fosse um conto de haxe...

    ResponderEliminar
  2. Zorze

    Não me digas que um alien(ado)... como tu não tens recursos para...
    (olha desses a lista pra malta escolhar!)
    agora arranja-te!
    (contos aqui só do capuchinho vermelho)
    ;-)

    ResponderEliminar
  3. Asdrubal
    O que não acreditas?
    Que existem pedófilos que se fazem passar por crianças nos chats para tentar apanhar incautos?
    Que existem pedófilos?
    Que existem crianças?
    Que a gata existe?

    Beijo baralhado!?

    ResponderEliminar
  4. Anjo

    Ao contrário do Asdrubal eu sei que a internet é muito usada por pedófilos, e que as crianças correm riscos que muitas vezes os pais desconhecem...
    por isso achei que valia a pena divulgar, só isso.

    Beijo doce, anjo malvado

    ResponderEliminar
  5. Também ninguém disse que era, pode ser mera representação, mas levanta de forma clara um problema que está cada vez mais sério...
    as crianças não têm a noção de que, pelo facto de conhecer um nick não se conhece uma pessoa, mas uma personagem...

    ResponderEliminar
  6. Concordo em absoluto com o teu comentário Nanny. É um problema que, talvez não devamos sobrevalorizar, mas lá que há que ter cuidado, lá isso temos.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Na minha opinião isto é uma treta.
    Toda uma situação forjada com o objectivo de assustar pais e crianças.
    Se o acto não é criminoso imita-o muito bem.
    E além do mais a vedeta conhece os métodos e em vez de utilizar os seus recursos para pôr em prática a luta contra os infractores utiliza-os para aterrorizar alguém que não sabe ler nem escrever.
    Revolta-me esta linha de acção e o facto de se distribuirem "coisas" destas pretensamente encobertas das melhores boas intenções.
    Faz-me lembrar as ameaças de virus e as ameaças que o mundo termina aí ao virar da esquina e as maiores fatalidades acontecerão se esta mensagem não for re-enviada em 5 minutos a pelo menos 5000 contactos, tenham dó! Haja paciência para isto da Net... Qem não quer não lê, mas bom senso, precisa-se!

    Anacleto Cleto

    ResponderEliminar
  8. Cenário perfeitamente real. Ainda que a hipóteses fosse de 1/1000000 dez crianças estariam em risco.

    A propósito gatinha, jogas a que lugar?
    Rnhauuu.

    ResponderEliminar
  9. Lb

    Sem sobrevalorizar, mas atentos, pelo menos quem tem crianças...

    Beijinho da gata

    ResponderEliminar
  10. Anacleto Cleto

    Está no seu direito! Mas para que leu e comentou se não gosta, saltava logo fora e pronto!

    ResponderEliminar
  11. Pensamentos vagabundos

    Vem cá para te fazer uma festinha inexistente...

    ResponderEliminar
  12. Erecteu

    Umas vezes à defesa, outras ao ataque... que é para não haver monotonia ;-)

    Beijo da gata

    ResponderEliminar
  13. Pois, Maria, mas apesar de ser um relato mais ou menos dramatizado (não vem ao caso), a questão é que isto acontece e quem tem crianças e jovens em casa deve estar alerta e chamar-lhes a atenção.

    Beijinho da gata

    ResponderEliminar
  14. Nanny,

    Certo, mas mesmo assim posso ler?
    Mas mesmo assim posso comentar?

    Se não gosto, não gosto, ou todos temos que gostar de tudo?

    E por não gostar tenho que passar ao lado, saltar fora?

    Acho que não, que não...

    Abraço e Parabéns pelo excelente Blog.

    Anacleto Cleto

    ResponderEliminar
  15. queres adicionar-me no messenger?
    sou do Porto e tenho 25 anos...

    ResponderEliminar
  16. Anacleto

    Pronto, se te apetece lê. Se te apetece comenta. Eu se me apetecer respondo :-|

    ResponderEliminar
  17. Vício

    Tou-te a ver! Eu tou-te a ver!!!

    (25? já és muito velho pra mim!)

    ResponderEliminar
  18. A atitude é louvável mas a história cheira-me a tanga...

    ResponderEliminar
  19. Raf
    A história pode não passar de encenação, mas a lição é válida, daí a postagem...
    (oh tangas)

    ResponderEliminar
  20. Olá,

    Acho um bocado dramático, mas se servir para alertar os incautos... força!

    beijos

    ResponderEliminar
  21. Como axo k são todos adultos os k comentaram, decidi dar a opiniao duma adolescente, visto k tenho 13 anos.

    Já conheci duas pessoas k sao da minha escola pla net mas nesse caso eu tinha amigos k as conheciam.

    Dps a minha melhor amiga no geral conhecia na net. faz em setembro 2 anos k nos conhecemos e o nosso sonho conjunto e de tar juntas ao vivo.

    Agora algo mais ligado ao tema, como ja disse tenho 13 anos. e no dia 20 de janeiro deste ano comecei a falar com um rapaz na net, fui eu k puxei conversa com ele, ele tinha 19 anos mas entretanto fez 20. sei k pode parecer perigoso mas encontrei me com ele ao vivo... acabamos aos beijos e tal[o meu primeiro bj aproveito pa dizer^^] e verdade mas não fiz nd k n kisesse não pensem ja coisas, ja tamos a falar em voltar a ver nos.
    mas bem eu axo k cada um deve fazer o k kiser mas tem k ter noçao do perigo, se a outra pessoa não tem intençoes mais alem do k as nossas
    e ter algumas "garantias" como por exemplo[um pekeno guia]: ver a pessoa pla web e ver se a expressao facial corresponde a conversa pk e possivel enganar o msn e por videos pre gravados; pedir a pessoa k envie mensagem de voz plo micro ou falar por telemovel ate pk pla voz temos um pouco noçao da idade e a confirmaçao se é homem ou mulher; se possivel conversar sobre o dia-a-dia; se tiveres duvidas sobre revelar algo, não o faças, não tenhas medo k a pessoa fike xateada se for honesta pk vai compreender.
    espero ter ajudado ;)

    ja agora tens um blog muito interessante, passa tambem no meu ;)

    ResponderEliminar

Agora é a tua vez... diz lá!