domingo, 21 de janeiro de 2007

Domingo ... Será?


Será que o sol se põe do lado do Mar,
Ou a Luz que me agarra é sombra de Luar.
Será que as casas cantam e as pedras do chão,
Ou calou-se a montanha, rendeu-se o Vulcão.

Será que sabes que Hoje é Domingo,
Ou os dias não passam, são Anjos caindo.
Será que me consegues ouvir,
Ou é tempo que pedes, quando tentas sorrir.

Será que sabes que te trago na Voz,
Que o teu mundo é o meu mundo e foi feito por nós.
Será que te lembras da cor do Olhar,
Quando juntos a Noite não quer acabar.

Será que sentes esta Mão que te agarra,
Que te prende com a força do Mar contra a barra.
Será que consegues ouvir-me dizer,
Que te Amo tanto quanto noutro dia qualquer.

Eu sei que Tu estarás sempre por mim,
Não há noite sem dia, nem dia sem Fim.
Eu sei que me Queres e me Amas também,
Me Desejas agora, como nunca Ninguém.

Não partas então, não me deixes sozinho,
Vou beijar o teu chão e chorar o caminho.

31 comentários:

  1. Fui a primeirinha :-)) bela imagem, lindo poema... beijos cabreados gata

    ResponderEliminar
  2. Depois da cabra, chega o belzebu e com a mesma opinião! Excelente poema e muito bem ilustrado!

    Saudações infernais sem freios nos dentes! eheheh!!

    ResponderEliminar
  3. Talvez não saibas, mas eu adoro o abrunhosa do será, do beijo, do agara-me esta noite, do parte de mim, do se eu voltar e muitas mais!!

    Ele canta os meus sentimentos.

    Festinha na gata

    ResponderEliminar
  4. Só sei que nesses telhados vista e palavra têm lugar previligiado.
    Assim não há telha que lhe chegue.
    Quando passares pelo meu "monti" avisa, fellina mia.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Meus amigos este mês é o mês do Pedro Abrunhosa - só não ouvem as músicas porque não estão acessíveis, caso contrário ele estaria aqui a sussurar-vos estes sentimentos lindos.

    Cabra
    Primeirinha e noctivaga, estás pior que a gata.
    Beijoca

    Belzebu
    De ti não esperava outra coisa, que não fosse apareceres na calada da noite... e que gostasses desta alma conturbada e cheia de dúvidas... hihihi
    Festinha da gata para ti

    Sem sono
    Todas essas letras e poemas têm andado por aqui e vão continuar até ao fim do mês. À mistura com textos originais, mas é o Pedro que pauta os sentimentos este mês.
    Também eu acho que ele me canta os sentimentos, costumo dizer que como poeta tem alma de mulher - tu também sono!?
    Festinha da gata

    ResponderEliminar
  6. Erecteu
    hehehe (corando)
    O mês anda animado!
    Passo muitas vezes pelo telhadinho do tê monti, tu é que já dormes e nã me sentis...
    Amanhã parto para o Alentejo (vão ser só 2 dias, mas que espero divinais e de chorar por mais...)
    Bêjos da gata

    ResponderEliminar
  7. A luz inundou o dia, no resto do vago que resta da noite, sons de melodia dolente que ecoaram por toda a lagoa...

    Feiticeiro domingo

    Doce beijo

    ResponderEliminar
  8. Também gosto do Abrunhosa. Este é dos poemas mais bonitos que eu já li, por muitas razões.
    É um poema doce que se lê a cantar.
    E me deixou leve pronto a voar.

    E hoje é domingo. E o Sol resplandece lá fora!...
    Mas foi muito bom vir aqui!

    ResponderEliminar
  9. O que é bonito neste mundo, e anima, é ver que na vindima de cada sonho fica a cepa a sonhar outra aventura. E que a doçura que não se prova se transfigura noutra doçura muito mais pura e muito mais nova.(Miguel Torga)

    beijinhos da ci para a miana...:):)

    ResponderEliminar
  10. "Não há noite sem dia, nem dia sem fim..."
    Palavras delineadas de sentimentos profundos.

    Beijos de lua.

    ResponderEliminar
  11. Alquimista
    Sempre me deixas sem palavras, até para responder aqui...
    Obrigada pela visita e pelo feiticeiro Domingo

    Amaral
    Obrigada por teres vindo.
    Este é um poema que visto como segunda pele, feito de inquietações e dúvidas, de doçura e de dor, de paixão e de amor... enfim, cheio de mim.
    Ainda bem que gostaste, volta sempre.

    Ci
    Que belo texto de Torga me deixaste!
    Beijinhos da miana


    Bruxinhachellote
    É profundo porque nos percorre a vida, feita de dias e noites, de altos e baixos, de luz e escuridão...
    Benvinda por cá


    Mundo Mágico
    Os agradecimentos são para o Pedro Abrunhosa, eu só partilhei porque adoro este poema.


    Lb
    Que ansioso andamos por outras lides.
    Descansa, Fevereiro está quase à porta!

    Festinha da gata para todos

    ResponderEliminar
  12. Um belissimo poema. Gosto das letras do Pedro mas não aprecio particularmente a sua maneira de cantar.
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Crystalzinho
    Que lindo aspecto tu tens, pareces quase um diamante, aliás diria que és modesto senão chamavas-te diamante... hihi

    O Pedro é poeta sem voz - mas há momentos em que os sussuros dele sabem... a pouco!

    Beijos

    ResponderEliminar
  14. ó gata... tu andas bem?
    não andas com crize de identidade nem nada?
    parece-me que quando escreves tornas-te macho... ou será que tens alguma tecla avariada?
    estranho...

    ResponderEliminar
  15. Sou uma rapariga que gosta de prosa. Poemas só em formato lyric. Mas como foste tu que escolheste este... gosto.

    beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  16. Arre Vício!
    E onde viste tu isso???
    O poema é do PEDRO ABRUNHOSA e o rapaz fala no masculino, claro!
    (não lês os comentários, é o que dá! olha eu a virar macho...)

    Maria
    Mas este é lyric do Abrunhosa - a canção chama-se Será?
    Distraidinha, hein?!

    ResponderEliminar
  17. re-volto na pistas do que foste deixando em endereços alheios...contudo, a doce ironia das tuas palavras apega-se às frágeis articulações das minhas, prendendo-as todas, quebrando muitas...(mas não posso deixar de te agradeer um incentivo que me pesa e afunda os potenciais ombros da escrita quasímoda)

    quanto ao texto...quem melhor que tu para se sentir elogiada com o que escreves? eu, ao elogiar, só seria mais OUTRO

    ResponderEliminar
  18. ó gatinha! podias ter avisaado que era proibido dizer disparates no teu blog...

    ResponderEliminar
  19. Há mt quem me critique por isso, mas de facto eu adoro tudo o que esse homem canta ou escreve!

    ResponderEliminar
  20. Bichana...
    Como estás poética.
    Giro giro era saber o que ia na tua mente quando escreveste o post...

    Bjks**
    :)

    ResponderEliminar
  21. Ah mas eu não disse quanto tinha gostado do post... ou disse?
    Beijinho

    ResponderEliminar
  22. Então gata?
    Quando é que deixas de nos dar música e poesia e nos contas o que tens feito, onde tens ido e com quem?

    Tou curiosa ^-^


    beijos e festinhas

    ResponderEliminar
  23. Olá Gatuxa!

    Passei para desejar bom dia! e grandes aventuras nos beirais!!!

    kfy
    by Alegoria

    ResponderEliminar
  24. A Gatinha anda na Lua!?

    ...pois a Lua não é só um adereço que embeleza as noites, é mais do que isso porque tem a mais-valia do feitiço!

    A big kiss do Corvo

    ResponderEliminar
  25. Outro
    Nunca seria mais Outro, porque és único:
    "Para o resto do mundo podes ser apenas mais um, mas para pelo menos uma pessoa serás sempre ESPECIAL"

    Vício
    Todos os disparates, todas as asneiras, menos chamar-me de macho, seu TONTO!

    Anjo
    Se foi...!!!!

    Reflexos de memória
    Não lhes ligues, não sabem o que dizem!
    O Pedro faz-me companhia, quase todas as noites...

    Aninhas
    Uiiiiiiiiiii
    (nem queiras saber...)


    Lb
    Deixa lá disseste agora...

    Alquimista
    Passas por aqui que nem a lua, deixando feitiços...


    Maria
    Calminha, que já lá vou!


    Alegoria
    E que boas têm sido...

    Corvo
    E ao feitiço da lua ninguém pode escapar!

    ResponderEliminar

Agora é a tua vez... diz lá!