domingo, 22 de abril de 2007

Os teus olhos de Anjo...




« Adormeces então devagar,
E nos teus braços
Há sempre lugar.
Deito-te comigo neste chão,
Sinto que respiram
Por entre as mãos
Os teus olhos de Anjo,
Como se fossem eternos,
Os teus olhos de Anjo,
Os teus olhos de Anjo... »


(desconheço o autor, mas reconheço o sentimento…)

Sei Lá!

40 comentários:

  1. Mundo mágico

    Preferia uma boa noite ... ;-)

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Também não conheço o autor mas gostei :)

    ResponderEliminar
  4. por acaso era :) mas com o teu comentário, se calhar deixou de ser :)

    Continuo a achar bonito
    bj

    ResponderEliminar
  5. Tu e os anjos.... Será que és anja?

    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Alyia / Foryou

    (Mistaken identity?)

    Foi-me deixado num comentário, há algum tempo, mas em forma de citação, daí não saber se o próprio era o autor…

    ResponderEliminar
  7. Lb

    Antes anja, que anjinha… hehehe

    Beijinhos da gata

    ResponderEliminar
  8. tb não importa, que é bonito isso é :)

    anjinha tb é giro :P

    (estou cá com uma vontade de trabalhar...)

    ResponderEliminar
  9. Verdade!
    Nos olhos dum anjo deverá ver-se a imensidão do eterno!

    ResponderEliminar
  10. Allôôôô....
    passei aki para te dar um beijinho
    Mu@@@@@@@@@

    ResponderEliminar
  11. Amaral

    Às vezes fazem-nos mesmo sentir na imensidão do eterno...

    Beijinho da gata

    ResponderEliminar
  12. No teu olhar

    Obrigada

    Beijinhos da gata

    p.s.- espero esta semana já conseguir normalizar a minha net :-)

    ResponderEliminar
  13. A última frase deveu-se sem dúvida ao eco, originado por se estarem a deitar numa divisão vazia. ;)

    ResponderEliminar
  14. Raf!!!!!!

    Não viste que a sala tinha um pé direito muito alto?? Faz eco!

    Beijocas grandes, rafeirito!

    ResponderEliminar
  15. É do Pedro Abrunhosa gatinha :)
    Lindo... como tantos outros poemas do mesmo autor!
    Boa semana
    Bjos

    ResponderEliminar
  16. Lyra

    Sou mesmo tonta!
    Logo eu que sou fã dos poemas do Pedro Abrunhosa... ouve!

    Beijinho da gata e obrigada

    ResponderEliminar
  17. Para mim?? que bom ! Obrigado Nanny! :-)
    beijo grande e boa semana nanny!

    ResponderEliminar
  18. Sam, sam!

    Se te deitasse comigo neste chão, nem me deixavas ver-te a cor dos olhos... LOL

    Beijocas grandes

    ResponderEliminar
  19. Tu contavas as estrelas do céu e eu as areias do chão...profunda essa né? pensa lá!
    lol
    beijo!

    ResponderEliminar
  20. Sam

    O pior são as mazelas dos cotovelos e dos joelhos... LOL

    ResponderEliminar
  21. LOLOOLOLOL na hora não doi...depois...mas depois é sempre longe demais!

    ResponderEliminar
  22. Sam

    Já percebi, nunca pensas no depois... pois!

    Ganda maluko!

    ResponderEliminar
  23. Estes olhos de anjo são bem mais agradáveis, que os fantasmas do Abrunhosa, do post anterior!

    eheheh!! Saudações infernais!

    ResponderEliminar
  24. Cu-cu!

    :P

    Gata curiosa... já podes ir cuscar.

    beijos

    ResponderEliminar
  25. Belzebu

    Mas a vida é feita de olhos de anjo, de alguns fantasmas e de alguns diabinhos... ;-)

    Beijoca da gata

    ResponderEliminar
  26. Just me

    E quando ela vale a pena ver... até apetece!

    Beijinhos, linda

    ResponderEliminar
  27. Maria

    :-)))

    Já lá fui e adoreiiii!!!

    Beijinho da gata

    ResponderEliminar
  28. E tu és uma dessas MARIAS?

    As Marias mais felizes são como as nações mais felizes, não têm história.

    ResponderEliminar
  29. Sandokan

    Sim, sou uma Maria, sem História e com algumas histórias... feliz ou infelizmente...

    ResponderEliminar
  30. Estórias..queres tu dizer, não é minha Querida?

    Lembra-te do aforismo popular: o importante é que falem de nós, nem que seja para dizer bem!

    ResponderEliminar
  31. Sandokan

    Estórias são farsas, as minhas são mesmo histórias, umas vividas, outras sonhadas, mas sempre histórias...

    Conheço essa frase exactamente ao contrário... ainda que a aplique muito pouco a nível pessoal...

    ResponderEliminar
  32. Phylos

    Desculpa, não te tinha visto, no meio destas mudanças todas...

    Obrigada pela visita

    ResponderEliminar

Agora é a tua vez... diz lá!