segunda-feira, 11 de maio de 2009

A viúva do rabino...



O rabino falece e a sua congregação, após algum tempo, acha que a rebetze (mulher do rabino) deve casar de novo. Como a aldeia é pequena, o único candidato disponível é o açougueiro.


Embora tivesse relutância no início, pois estava habituada a viver com uma pessoa erudita, ela finalmente aceita.


Após o casamento, na sexta feira, véspera de Shabat, após o banho ritual no mikve, o açougueiro diz para a sua nova esposa:

- Minha mãe sempre me disse que era uma mitzvá (boa ação) fazer sexo antes de ir para a sinagoga.


Dito e feito.


Na volta da sinagoga ele diz:

- De acordo com meu pai, é uma santa obrigação fazer sexo antes de acender as velas de Shabat.


Dito e feito, de novo.


Após o jantar e antes de dormir ele de novo diz:

- Meu avô sempre disse que é bom hábito fazer sexo no Shabat.


Dito e feito.


No dia seguinte ele diz:

- Minha tia, judia muito religiosa, disse-me certa vez que um bom judeu não começa a manhã de Shabat sem ter sexo.


E, dito e feito.


Finalmente no domingo, ela vai ao mercado e, todas as amigas perguntam:

- Que tal é o teu novo marido?

- Bem - responde ela - intelectual ele não é, mas vem de uma família maravilhosa!


Sei Lá!

8 comentários:

  1. Será que ele é meu primo????
    A minha familia também é assim muito boa......só não é judia.

    Obrigada por me teres feito rir.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  2. faz-me lembrar a minha pessoa LOL

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Lol!
    Realmente foi muito bem educado!
    Assim deveria ser toda a gente, não?

    Eheheh

    ResponderEliminar
  4. Em plena histeria da gripe suína e tu metes um poste com porcos a rirem?!? Insensível! ;)

    Beijoca!

    ResponderEliminar
  5. caramba essa faz-me lembrar a vida sexual dos porcos....


    rsrsrsrrsrs

    bom fim de semana..!!

    ResponderEliminar

Agora é a tua vez... diz lá!